A Audius é a nova Spotify?

Distribua, monetize e reproduza livremente seus áudios.

Este artigo é uma tradução do Is Audius the new Spotify? publicado pela Decentralized Arts, a newsletter de NFTs da BanklessDAO, em 07 de Dezembro de 2022.

Eu, Uai, sinto falta de conteúdos em português da Audius e por isso resolvi traduzir este artigo para começar a preencher essa lacuna. Essa tradução não é literal e possui pequenas atualizações, como por exemplo a migração para a rede solana, que no original ainda fala em Ethereum.

Obrigado por estar aqui na Newsletter do Uai! Subscreva gratuitamente para receber novos posts e apoiar o meu trabalho.

Embora já há 2 anos a Audius decidiu migrar para a rede Solana, a migração ainda não foi 100% concluída. Toda a estrutura da app, armazenamento e escalabilidade já rodam na Solana, bem como os tokens de dentro da app também são baseados em Solana (SLP). A última fase da migração —e também a mais sensível, é a tokenomia. As principais funções como delegação, stake e governança ainda estão na Ethereum.

Complicadinho, né? Mas, isso é tema para outro post futuro. Neste quero trazer esse artigo maneiro que o Kaf escreveu.

Tenho orgulho em fazer parte desse ecossistema onde faço dessa plataforma a hospedagem principal do podcast que produzo. Portanto, espero que você conheça ainda mais essa plataforma e convido a experimentá-la no seu cotidiano.

E… como sempre, brota nos comentários que a gente bebe um café. Boraaa ☕️☕️

Por Kaf

Nós da Decentralized Arts falamos diversas vezes como a web3 tem devolvido o poder às mãos dos criadores acerca de seus conteúdos. Isso inclui arte, moda, games e música.

Em 2020, apenas 12% dos US$ 43 biliões de receitas da indústria da música foram parar às artistas. Além disso, artistas possuem pouca influência sobre como as suas músicas são distribuídas.

Para atender esses e outros problemas que artistas encontram, nasce a Audius, um protocolo de reprodução de músicas baseadas em blockchain. Essa plataforma de música alternativa dá a todos os envolvidos uma parte dos lucros, incluindo ouvintes, artistas e operadores de nós.

O que é a Audius?

Criada em 2018, Audius é uma protocolo de streaming musical, controlado pelos artistas, propriedade da comunidade e cujos objetivos são permitir que qualquer pessoa possa livremente distribuir, monetizar e reproduzir seus áudios.

Visite a página do blockaffee na Audius!

Ela foi co-fundada por Roneli Rumburg e Forrest Browning, ambos cientistas da computação com diplomas da Ivy League, early adotpters de bitcoin e investidores da Lightning Labs.

A Audius visa dar dinheiro e poder de volta aos artistas, conectando-os diretamente com seu público, driblando a intermediação de gravadoras, produtoras, agentes, etc.

90% das receitas das vendas vão para artistas, com os 10% ficando para nós que operam a rede. A plataforma não fica com nenhuma parte da receita. Com o token AUDIO, a Audius recompensa sua equipe e os primeiros investidores, mantendo a estabilidade financeira.

Artistas possuem a opção de cobrar uma taxa única para acessar a todo conteúdo, fornecendo acesso livre ao conteúdo e streaming, ou vendendo as suas músicas como NFTs. Uma das formas de incentivar a interação dos usuários da app é através de competições onde podem ganhar AUDIO. Hodlar o token AUDIO dá poder de governança da plataforma.

Diferentemente de plataformas fechadas ou com curadoria, como SuperRare ou Sound.xyz, o artista não precisa assinar com gravadora ou ter muitos seguidores para começar a distribuir sua música no Audius.

Como a Audius funciona?

A Audius funciona como uma cooperativa de música, com o token alinhando incentivos entre os três grupos constituintes que fazem a plataforma funcionar: operadores de nós, artistas e fãs.

Os nós da Audius enviam continuamente snapshots do protocolo Interplanetary File System (IPFS) para a rede Solana, que é onde a música dos artistas é armazenada. A rede Audius é alimentada pelo token AUDIO, atualmente com padrão SLP, baseado em Solana. Entretanto, ainda existe o token padrão ERC-20 baseado em Ethereum, que possui três funções:

  • Segurança de rede: os operadores dos nós travam (stake) tokens para executar um nó e, em troca, ganham recompensas da rede.

  • Recursos exclusivos: os artistas obtêm recursos premium travando (stake) os tokens, como exibir NFTs colecionáveis no site.

  • Governança: Os tokens travados (stake) são necessários para votar em todas e quaisquer propostas, que fazem alterações no código e na rede em geral.

A Audius pode destronar o Spotify?

Com mais de 195 milhões de assinantes premium e 465 milhões de pessoas que usam o Spotify todos os meses, parece difícil destronar o rei das plataformas de streaming de música.

No entanto, a web3 acontecerá cedo ou tarde. Muitas plataformas Web2 estão vendo nascer projetos baseados em blockchain que podem destroná-los nos próximos anos. Por isso, Instagram, Shopify e Youtube estudam como evoluir. Spotify não é diferente.

A sobrecarga do Spotify aumenta a cada ano, o que obriga os artistas a pagar mais, mas o público não cresce no ritmo necessário e a concorrência está aumentando.

Portanto, há duas soluções diretas: aumentar os honorários (eles fazem isso quase todos os anos) ou reduzir o que pagam aos músicos, o que pode ser desastroso para eles.

Em princípio, a estratégia do Spotify lembra a da Amazon. Por duas décadas, a gigante do comércio eletrônico renunciou aos lucros porque investiu tudo o que ganhou no desenvolvimento de novos serviços e na expansão de suas operações. Mas o Spotify não tem o apoio de investidores que a Amazon desfruta.

Em maio do ano passado, o Spotify anunciou que iria implementar NFTs em sua plataforma. Isso mostra que eles não querem ficar de fora dessa nova tendência por medo de perder artistas, nem podem se dar ao luxo de ficar de fora dessa tecnologia emergente.

Por outro lado, a Audius está posicionada como líder na interseção do mercado de música e da tecnologia blockchain. Embora isso seja promissor, não é isento de desafios. Embora a Audius proponha várias mudanças fundamentais, existem várias barreiras que ela continua enfrentando enquanto busca a aprovação do público em massa.

Por exemplo, enquanto Audius atualmente tem mais de 4 milhões de usuários mensais, isso está muito longe da base de usuários do Spotify. Além disso, a recente queda do mercado desferiu um duro golpe em seu token. Tendo atingido o seu recorde histórico (ATH) de 4 USD em março de 2021, hoje é negociado a menos de 0,20 USD. Como resultado, o token AUDIO é a 172ª maior criptomoeda com uma capitalização de mercado de US$ 176 milhões, em meados de Janeiro de 2023.

Os investidores especulam que a pobre tokenomia do AUDIO e a taxa de inflação anual de 7% são as razões pelas quais ele não subiu mais entre as principais criptomoedas.

Por outro lado, a Audius é a primeira plataforma de streaming de música a fazer parceria com o TikTok. Isso permitirá que os criadores do TikTok usem músicas disponíveis na plataforma Audius diretamente em seus vídeos. O fato de o TikTok ter escolhido a Audius em detrimento de outros grandes concorrentes é um grande sinal de confiança na plataforma.

No futuro, só o tempo dirá se esse novo modelo de criador de conteúdo será capaz de se adaptar e competir com um gigante como o Spotify em sua corrida para atrair mais ouvintes.

Embora ainda em desenvolvimento, a Audius está transformando o streaming de música com recursos como governança da comunidade e descentralização.

Outros projetos como Royal e Sound.xyz compartilham uma filosofia semelhante.

As novas gerações, mais do que nunca, entendem o poder das comunidades digitais. Graças à web3, nós podemos mudar o rumo que a internet tomou, incluindo propriedade, interação e expressão da música digital.

Por que poucos se beneficiam e decidem sobre algo em que todos agregamos valor? É hora de recuperar a propriedade de nosso conteúdo e mídia. A web3 torna isso possível.

Vamos desbloquear o verdadeiro potencial da música!

- Kaf

- -

Bem pessoal, espero que tenha gostado do primeiro artigo que traduzo para a web3. E em especial desta blockchain que tenho experimentado diariamente e gostado da experiência.

Convido você a experimentar também. Crie uma conta na Audius, baixe a app e experimente aos poucos. O som que rola lá é mais alternativo e grandes artistas ainda não estão por lá. Mas depois de ler esse artigo, fica difícil nós que acreditamos na web3 não encorajar e apoiar protocolos como a Audius.

Eu deixo um referal aqui se você quiser fazer por minha indicação. Mas o principal é você experimentar, seja pelo meu link ou qualquer outro.

Ahhh e vou adorar se você favoritar a página do blockaffee por lá 🧡

Um abraço e até a próxima!

Uai so serious?

Visite o twitter @blockaffee ☕️

Loading...
highlight
Collect this post to permanently own it.
Uai so serious? logo
Subscribe to Uai so serious? and never miss a post.
  • Loading comments...